Zito Jeremias, um artista anônimo de qualidade

Jaremias, ao centro, sempre irreverente

Para quem se vangloria de habitar na terra dos papangus, onde existem muitos artistas populares, principalmente os artesãos que confeccionam máscaras, é salutar lembrar que os artistas contemporâneos sucedem alguns do passado, que por serem de épocas bem distantes, quando não existia o glamour nem o poder midiático dos dias atuais, são poucos conhecidos pelos foliões mais jovens. Dentre os carnavalescos que confeccionavam máscaras de papangus no passado, um se destacava pela originalidade e perfeição com que tratava seus personagens e suas criações: José Antônio Oliveira do Nascimento, conhecido como Zito Jeremias.

Nascido em Bezerros, em abril de 1948 e falecido na mesma cidade, também em abril, no ano de 2015, Zito era o artista nato, que sem alardes confeccionava diversos produtos carnavalescos em papel machê e colê, mas suas máscaras eram destaques nos carnavais de décadas passadas, quando não existia os concursos de papangus, embora ele e seus grupos de papangus, tenham sido premiados em alguns destes como campeões, no início da explosão glamorosa dos carnavais de Bezerros. Zito Jeremias também se destacou como responsável pela decoração e iluminação artística da Matriz de São José, em festas de finais de ano, e ainda era um excelente locutor, além de ter experimentado também o mundo da magia. Estes são apenas alguns dos atributos artísticos de Zito Jeremias, um bezerrense artista anônimo que deixou o legado de dedicação a cultura popular de Bezerros.

Oficinas de máscaras gratuitas começam nesta quinta

A secretaria de Turismo de Bezerros através da Gerência de Cultura estará promovendo oficinas de máscaras gratuitamente. Durante o mês de Janeiro e Fevereiro qualquer pessoa poderá participar. Serão nos dias 18, 19 ,20, 25, 26, 27 de Janeiro e 01, 02 e 03 de Fevereiro, na Praça da Bandeira, centro, das 9h às 11h30, nos domingos acontece no período da tarde, das 14h às 16h30.

Haverá instrutores e material para a confecção das máscaras. Grupos de escolas também podem participar fazendo agendamento na secretaria de Turismo pelo 3728 6706.

Orquestra de Frevo de Bezerros vai promover ação solidária

A orquestra Oficina Agreste Frevo, da cidade de Bezerros, vai promover uma ação solidária durante o Carnaval 2018. Idealizada pela médico e músico Jacques Vasconcelos, o grupo vai formar parcerias com empresas para a venda de camisas com a marca da orquestra e o dinheiro arrecadado será destinado a compra de roupas, alimentos e material escolar para crianças das creches de Bezerros.

“Vamos beneficiar mais de 200 crianças com o projeto, não é muito, mas com os parceiros que aderirem estaremos fazendo nossa parte”, disse. O projeto será apresentado a empresários de Bezerros, quem aderir terá a marca da empresa fixada também na camisa.

A Oficina Agreste Frevo foi criada em 2013 com o objetivo de executar arranjos de talentos até então desconhecidos, como também diversificar com frevos inéditos nas apresentação de palco durante o Carnaval. São 13 músicos, todos de Bezerros.

Secretaria de Turismo abre cadastro para casas de aluguel e vendedores no Carnaval

SAMSUNG CSC

Os interessados em disponibilizar imóveis para alugar no período carnavalesco deverão comparecer à Secretaria de Turismo e Cultura de Bezerros, localizada na ‪Rua 15 de Novembro, 35, Centro (aonde funcionava a Coletoria) para realizar o cadastro. Ao mesmo tempo, a Secretaria convoca também quem deseja comercializar bebidas no evento, para realizar cadastro de acordo com as datas abaixo:

‪16/1/2018 – Barraca
17/1/2018 – Isopor
18/1/2018 – Garagem

Os comerciantes devem comparecer nas respectivas datas, portando RG, CPF, comprovante de residência, título eleitoral e duas fotos 3×4. Toda documentação deve ser apresentada com cópias e originais.

Mais informações, através do telefone: (81) 3728-6706.

Baile Municipal terá Babado Novo, Geraldinho e Lins e Orquestra Cônego Alexandre

O Carnaval dos Papangus em Bezerros vai começar em grandes estilo. No próximo dia 03 de fevereiro, acontece o Baile Municipal com as bandas Babado Novo, Geraldinho Lins e a Orquestra Cônego Alexandre.

Na  sua 16º edição, o evento também faz homenagens. Esse ano será o músico João Machado, popularmente conhecido como “Joãozinho da água”. Violonista canhoto, ele é um dos grandes artistas de Bezerros remanescente das antigas serestas de rua, carnavais de pau e corda com violões e cavaquinhos que acompanhavam as troças nas décadas de 1950 e 1960.

Os ingressos estarão à venda a partir da próxima segunda-feira, dia 08 de janeiro, ao preço de R$ 40 reais, na secretaria de Turismo que fica na Rua 15 de Novembro, Centro, onde funcionava a antiga coletoria. Mesas e camarotes também podem ser adquiridos, ao valor de R$ 1 mil reais para camarote, R$ 300 mesa interna e R$ 200 mesa externa, ambas  para quatro pessoas. O Baile Municipal será no Centro Literário Rui Barbosa, às 21h.

Artistas bezerrenses abrem o carnaval 2018

O primeiro dia de um novo ano, mais uma vez marcou a abertura do carnaval de Bezerros, considerado pela EMPETUR, como o terceiro melhor do estado de Pernambuco e o melhor do interior, com a tradicional Folia dos Papangus. Nesta segunda feira, dia 01 de Janeiro, entretanto, o primeiro grito de carnaval ocorreu de forma diferente, ao invés de ser um evento localizado no QG do Frevo, os foliões acompanharam o Trio Selva Nua, considerado, um dos melhores do Brasil. O mais importante, porém, é que em cima do trio estavam três artistas bezerrenses que proporcionaram um grande show para uma multidão composta em sua grande maioria por jovens bezerrenses e de cidades da região.

A concentração se deu em frente ao TCE, e de lá seguiu até a Praça dos Tamarindos, com a Orquestra F5 Elétrico, do vocalista bezerrense, Serginho Brayner, levantando a multidão durante o percurso. Já na Praça dos Tamarindos, a F5 encerrou sua participação e aí entrou em cena outro vocalista bezerrense, o Henrique Barbosa que durante 90 minutos abrilhantou a festa com músicas para todos os gostos. Após a apresentação de Henrique, houve uma pausa para que se corrigisse uma falha técnica no trio; a festa estava tão especial que a multidão não arredou o pé e foi só o problema ser sanado para que a cantora Lady Falcão, do bairro bezerrense de Encruzilhada de São João assumisse a animação do show, levantando mais uma vez a plateia, que ficou até o final, vibrando com a abertura oficial do Carnaval dos Papangus de 2018.